Engenheiro civil X Técnico de Edificações, você sabe a diferença?

Engenheiro civil X Técnico de Edificações, você sabe a diferença?

A indústria da construção civil é um campo amplo, na qual atuam diversos profissionais. Por isso é comum haver dúvidas quanto a função de cada um. Você saberia distinguir o trabalho de um engenheiro e um técnico em edificações, por exemplo?

A principal diferença está no planejamento e cálculo de estruturas, na qual o técnico possui limitações. Confira abaixo as principais diferenças.

Funções do técnico em edificações

Está sob as responsabilidades de um Técnico de Edificações, dentre outras funções, atuar com levantamento fotográfico, desenvolver e legalizar projetos de edificações sob supervisão de um engenheiro civil, planejar, executar, realizar orçamentos, providenciar suprimentos e supervisionar a execução das obras e serviços e controle tecnológico de materiais e do solo, auxiliar em toda rotina do departamento de qualidade, desenvolver, implementar, manter, aperfeiçoar, revisar e controlar documentos: manual, políticas, procedimentos, organogramas, fluxogramas, instruções de trabalho e documentos técnicos (registros, formulários, check-list etc).

Possui um mercado de trabalho que é bem diverso, dentre eles pode-se trabalhar com vendas técnicas de projetos, por vezes em sintonia com imobiliárias. Muitos desses profissionais montam suas próprias empresas voltadas a trabalhos rápidos e precisos.

Funções do Engenheiro Civil

A engenharia civil é voltada para o desenvolvimento de projetos, além de gerenciar, executar e acompanhar todas as etapas de uma construção ou reforma. E o profissional que atua nessa área, o Engenheiro Civil, projeta, planeja e constrói casas, prédios, pontes e etc.
O curso dessa profissão dura cinco anos. O mercado de trabalho é muito amplo, assim como as áreas de atuação, que permitem aos profissionais se ajustarem onde encontram afinidade e realização.
O Engenheiro Civil, portanto, é o verdadeiro responsável técnico pela obra, pois a ele é atribuída a função de planejador. Embora algumas de suas funções possam ser realizadas pelo Técnico em Edificações, este possui limitações, ou seja, quem assina o projeto é o engenheiro.
No entanto, são profissões complementares que trabalham juntas. A contratação de um engenheiro não exclui, necessariamente, a presença de um técnico em edificações.