Concreto ecológico resistente a terremotos

Concreto ecológico resistente a terremotos

Um grande necessidade de países localizados em áreas com incidência de terremotos é fazer construções que resistentes aos abalos sísmicos. Para resolver o problema, pesquisadores da University of British Columbia (UBC) inventaram um concreto que, além de ecológico, é capaz de resistir a terremotos.

O material, denominado Eco-friendly Ductile Cementitious Composite (EDCC), ao invés de quebrar sob pressão, tem a capacidade de se dobrar. O EDCC possui propriedades semelhantes ao aço: alta resistência, maleabilidade e ductilidade (capacidade de ser deformado sem quebrar).

Sua composição envolve cimento, fibras a base de polímero, cinzas volantes e outros aditivos industriais. As cinzas volantes possuem propriedades pozolânicas, as mesmas encontradas em cinzas vulcânicas usadas no concreto romano.  Sobre suas propriedades ecologicamente sustentáveis, o EDCC é menos poluente, por conter 70% menos cimento, um dos grandes vilões nas emissões de gases do efeito estufa.

concreto resistente a terremotos

Para testar o novo concreto, os pesquisadores pulverizaram uma camada de 10 milímetros de espessura de EDCC, o suficiente para reforçar contra os abalos sísmicos, em uma parede e então submeteram a simulações de terremotos que já aconteceram, como um de magnitude 9 que atingiu o Japão em 2011.

Atualmente, o EDCC está em instalação em uma escola em uma área de risco de terremotos em Vancouver. Como lembrado por uma das professoras da UBC, o concreto é um dos exemplos de como uma pesquisa desenvolvida em uma universidade pode ter uma grande importância e ajudar a salvar vidas, além de desenvolver tecnologias para o mercado.

Produtos como esse revelam a constante preocupação da engenharia com a melhoria das construções em prol de objetivos maiores. A segurança, qualidade de vida das pessoas e consciência ambiental devem ser sempre pensadas e evoluir junto com novas tecnologias.